Faltam mulheres para completar a cota de 30% de candidatos

11

Em Içara, alguns partidos estão com dificuldades de fechar a nominata por falta de nomes que queiram concorrer a uma vaga no Legislativo

Içara

Com o fim das coligações partidárias a partir das eleições deste ano, cada partido deverá indicar o número de vereadores a concorrer nas eleições municipais deste ano. Um dos principais reflexos da mudança se dará no ato do pedido de registro de candidaturas à Justiça Eleitoral, especialmente porque, com o fim das coligações, cada partido deverá, individualmente, indicar o mínimo de 30% de mulheres filiadas para concorrer no pleito.

Em Içara, alguns partidos estão com dificuldades de encontrar mulheres que queiram encarar uma candidatura. Em alguns casos, as siglas terão que diminuir o número de candidatos do sexo masculino porque não encontram candidatas. O presidente do Patriotas de Içara, Marcos Viscardi, disse que o partido está com muitas dificuldades para encontrar mulheres. “Estamos com muitas dificuldades de termos mulheres que queiram ser candidatas. Elas não participam e por causa disso temos que limitar a minha quantidade de candidatos por causa da lei, que diz ser obrigatório 30% da cota. Nós temos quatro mulheres confirmadas e duas ainda em conversas”, destacou Viscardi.

Também o PSL está dificuldades de preencher a cota de mulheres que queiram ser candidatas. Segundo o pré-candidato do partido Agenor Castagna, a dificuldade para encontrar pessoas do sexo feminino que tenham a intenção de encarar uma candidatura está muito grande. “Temos um bom número de homens que querem, mas que deverão ficar de fora se não encontrarmos mulher para brigar por uma vaga na Câmara”, pontuou Castagna.

O PSDB é outra sigla que ainda está buscando mulheres para concorrer como vereadoras. O partido conta com Silvia Mendes, a Marreca, que irá concorrer à reeleição, mas ainda faltam nomes para preencher a cota. “As mulheres precisam ter coragem e ter vontade para disputar uma eleição, pois em muitas situações temos mais capacidades do que os homens para administrar”, incentiva Marreca.

Os outros partidos consultados (PP, MDB, PSD) confirmaram que estão com as nominatas fechadas e com a cota preenchida.