Projeto de lei que permite animais na orla marítima divide opiniões

14

Linha de Apoio: Para que possam ocupar o espaço, os animais precisam estar em dia com as vacinações

Aprovado em primeira votação em março deste ano, o projeto que visa demarcar áreas da orla marítima de Florianópolis para receber cães gerou discussão em todo o Estado de Santa Catarina. De acordo com o projeto de lei, para estarem liberados a frequentar os locais da orla marítima, os animais precisarão estar com todas as vacinações em dia, além de vermífugos.

No Balneário Rincão, o engenheiro ambiental, Paulo Amboni, que é responsável pela orla marítima do município rinconense, afirma que tem conhecimento sobre o projeto de lei de Florianópolis, mas nenhuma ideia semelhante foi discutida até o momento no Rincão.

“Não falamos nada sobre isso e acredito que não teremos o intuito implementar isso no Balneário Rincão”, conta. “O projeto de lei gerou reações positivas, mas também negativas. É um assunto polêmico”, ressalta.

O presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária de Santa Catarina (CRMV-SC), Marcos Vinícius de Oliveira Neves se posicionou contrariamente ao projeto de lei. “A presença de animais na orla marítima pode trazer doenças para os adultos e, principalmente, para as crianças, que têm maior contato com a areia. Micoses de pele, outros fungos e alguns parasitas podem ser transmitidos. A saúde do animal de estimação também é posta em risco, com a chance de contrair viroses”, explica em comunicado.

Divide opiniões

O tema divide opiniões. De acordo com a veterinária Mariah de Freitas, a presença de animais domésticos que estejam vacinados não traria problema para a população. “Eu, particularmente, penso que se o animal é vermifugado, tem as suas vacinas em dia e com um espaço específico para eles, não vejo problema em frequentarem a praia”, conta a veterinária Mariah de Freitas.

Assim como afirma Carlos Alberto Fiorenza, que é integrante da ONG Amigo Bicho, de Içara. “Acho super legal a iniciativa de Florianópolis. O espaço para os bichinhos na praia se faz necessário também. Ter um espaço voltado para quem queira levar seu animal de estimação na praia é algo muito interessante”, afirma Fiorenza. “Acho que os governantes estão tomando consciência de que há essa necessidade”, pontua.