Dal Farra e dos vice-presidentes formalizam renúncia ao Criciúma

65

Clube terá nova eleição no dia 8 de dezembro, conforme edital publicado pelo Conselho Deliberativo

Criciúma

O presidente Jaime Dal Farra e os vice-presidentes Vilmar Casagrande, de Patrimônio, e Valcir Mantovani, financeiro, oficializaram terça-feira (24) a saída dos cargos em carta de renúncia entregue ao Conselho Deliberativo, abrindo mão do último ano de mandato. O encerramento do mandato será em 31 de dezembro. Como divulgado aqui no Jornal Gazeta, a saída foi comunicada com antecedência para que o clube convocasse eleições e não tivesse vacância no cargo principal do Executivo.

Na quarta-feira, o Conselho Deliberativo do Criciúma publicou edital para a convocação das eleições aos cargos executivos do clube. O pleito será já em menos de duas semanas, e está marcado para o dia 8 de dezembro. Se não houver concorrência pela inscrição de apenas uma chapa, o Conselho deve aclamá-la para tomar posse, que ocorrerá no dia 1º de janeiro.

Já há uma chapa com interesse, que tem como candidato ao cargo de presidente do Criciúma o empresário Waldeci Rampinelli. Ele já foi diretor de futebol do clube em 2002 e 2012. O médico Celso Tadeu de Menezes, ex-presidente do Próspera, integrará a chapa como um dos vice-presidentes. Os atuais diretores financeiro e de patrimônio, Valcir Mantovani e Vilmar Casagrande, que na terça renunciaram, assumiriam novamente os cargos por esta chapa.

Segundo informações de bastidores do clube, esta chapa estaria alinhada, através do Conselho Deliberativo, com o investidor João Neto para ser o diretor de futebol do clube a partir de 2021. João Neto apresentará no dia 8, dia da reunião do Conselho, sua proposta de gestão. Também nos bastidores ouve-se que vai surgir outra chapa para concorrer ao pleito.