Pai criciumense conta em livro como é cuidar sozinho de três filhos

19

Editada pela portuguesa Chiado, obra escrita por Paulo Scarduelli tem lançamento previsto para dezembro

Criciúma

O jornalista criciumense Paulo Scarduelli lança em dezembro o livro “Mais Aprendi que Ensinei”, em que narra as aventuras, as descobertas e os desafios para cuidar sozinho de três filhos pequenos. A obra já está disponível para pré-venda na Amazon, Google Books e Kobo (e-book) e na Livraria da Travessa (impresso) e tem previsão para chegar ao mercado até final deste mês.

Duas datas são fundamentais nesta história: setembro de 2001, quando nasce a primeira filha, e outubro de 2012, quando ele publica o primeiro texto sobre a paternidade nas redes sociais. O post teve tanta repercussão, gerou tanto engajamento e compartilhamentos, que o estimulou a seguir contando aos leitores os fragmentos de sua vida privada.

“As pessoas se identificaram, elas conseguiram enxergar que os meus desafios, os desafios da educação, eram enfrentados também por elas, independentemente de como a família de cada um é composta”, diz Paulo.  Isto, talvez, seja uma das grandes qualidades do livro: o leitor não precisa ser um pai ou uma mãe que cuida sozinho dos filhos para se identificar e emocionar. O livro não pretende ser um guia, com dicas práticas, ele é uma comovente história de amor entre quatro pessoas (Paulo, Sara, Davi e Catarina) que estão descobrindo o mundo juntas. E talvez não exista nada mais universal do que isso.

Outra qualidade do livro é que as histórias são escritas de forma simples, de um jeito despretensioso e ao mesmo tempo refinado. Como escreve o jornalista Moacir Pereira na orelha, o livro traz “histórias reais e relatos emocionantes que educam pais e revelam as belezas da criação”. E sugere: “Leitura obrigatória para pais e avós.”

Mais Aprendi Ensinei tem dois prefácios – um assinado pelo poeta Chiko Kuneski e outro pela jornalista Juliana Wosgraus. Para ambos, o livro parece série da Netflix, para maratonar, porque um capítulo puxa o outro e mantém o leitor atento e curioso do começo ao fim. “A gente o lê de um fôlego só”, resume Juliana.

O preço sugerido do e-book é R$ 20,00, podendo ser adquirido pela Amazon ou Google Books, e o impresso R$ 36,00, comprável na Livraria da Travessa (Florianópolis).

Sobre o autor

Nascido em Criciúma em novembro de 1964, Paulinho (como é conhecido pelos amigos) foi seminarista no Pio XII no final dos anos 70. Estudou nas escolas estaduais Padre Miguel Giacca e Joaquim Ramos e no Colégio Madre Teresa Michel. Em 1982, foi para Florianópolis cursar jornalismo e por lá radicou-se profissionalmente, tendo morado em São Paulo e em Nova Iorque na segunda metade dos anos 90. Foi professor no curso de Jornalismo da SATC entre 2010 e 2012, período em que começou a trajetória de pai em tempo integral.