Ceramistas aprovam 4% de aumento

3

Após quatro meses e 10 rodadas de negociações, os trabalhadores ceramistas aprovaram 4% de aumento nos salários e abono.  O reajuste de 4% atingirá salários de até R$ 3.700,00. De R$ 3.701,00 até R$ 5.700,00 serão repassados o INPC de 3,43% e, acima de R$ 5.700,00 livre negociação. O abono passa de R$ 1.130,00 para R$ 1.175,00. Os atrasados serão pagos na folha de abril.

A proposta foi aprovada nas assembleias realizadas na terça-feira, em Cocal do Sul, no sindicato em Criciúma e na comunidade de São Domingos.  A negociação este ano, analisa o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Ceramistas de Criciúma e Região, Itaci de Sá, foi complicada e travada devido a mudança da legislação com a reforma Trabalhista e da atual conjuntura do novo Governo Federal.

“Ela se arrastou por quatro meses e 10 rodadas com muito debate para chegarmos a esta proposta”, destacou o sindicalista. Conforme ele, não contemplou todas as reivindicações do sindicato. “No entanto, diante da atual realidade os trabalhadores e os empresários tiveram bom senso no acordo. Penso que foi um ganho importante a manutenção e renovação das cláusulas sociais e aumento real”, destacou o presidente. São cerca de 5,5 mil trabalhadores ceramistas na região.