CCR ViaCosteira garante que 100% da trecho Sul será fiscalizado por câmeras

24

Diretor da concessionária de pedágio da BR-101 Sul fez reunião virtual com integrantes da Associação Empresarial de Criciúma (Acic)

Criciúma

Numa reunião virtual na tarde de segunda-feira (31), o diretor-presidente da CCR ViaCosteira, Fausto Camilotti, apresentou a integrantes da Associação Empresarial de Criciúma (Acic) os investimentos que a empresa já está realizando na rodovia BR-101, trecho entre Palhoça e Passo de Torres, mostrou os próximos serviços e obras já programados e garantiu que 100% do trecho administrado pela empresa será monitorado por câmeras.

O integral monitoramento por câmeras será possível a partir do 36º mês de concessão. Serão 235 câmeras instaladas, com detecção automática de incidentes, o que facilitará a identificação de auxílio quando o usuário necessitar. Com isso, o processo de deslocamento das equipes de resgate e o atendimento se tornam mais ágeis, garantindo, dessa forma, que o usuário receba atendimento de maneira rápida e segura.

Em sua fala, Fausto destacou ainda a importância da região de Criciúma para o grupo, e a forma como o município será impactado diretamente pelos benefícios proporcionados pelo projeto de concessão. “Serão mais de 7 bilhões em investimentos e geração de cerca de mais de 3 mil empregos diretos e indiretos. Criciúma é o maior município da região em que estamos inseridos, então com certeza será impactada positivamente pelas nossas ações. Vamos priorizar o comercio e a mão de obra local. É muito importante para a empresa termos uma região tão importante em nosso portfólio”, ressaltou.

O diretor da CCR ViaCosteira também explicou como funcionará o repasse de ISS para as prefeituras, referente aos serviços de conserva, obras e melhorias, e também da arrecadação das praças de pedágio.

A concessionária mantém sua rotina com os trabalhos iniciais de recuperação do pavimento e conservação da rodovia por meio da troca do asfalto, revitalização das sinalizações horizontal e vertical, roçada e limpeza da via, entre outros. E a partir do sexto mês de concessão (fevereiro de 2021), os usuários terão à disposição toda a estrutura operacional e de atendimento com a prestação dos serviços médico, mecânico e inspeção permanente de tráfego.