Startup de carros elétricos avalia oportunidades para instalar fábrica em Criciúma

15

Gestores estiveram conhecendo Librelato, IDB do Brasil Traiding e Satc, faculdade onde se desenvolvem pesquisas com veículos elétricos

Criciúma e Içara

As pesquisas e estudos desenvolvidos no Núcleo de Mobilidade Elétrica da Satc foram apresentados aos representantes da M3E3 Mobilidade e Energia, startup especializada na produção de carros elétricos do Paraná. O objetivo foi conhecer melhor a cidade e o ecossistema que envolve os negócios inovadores.

“Percebemos que Criciúma demonstrou um interesse em desenvolver a indústria da mobilidade elétrica. Por isso, decidimos vir conhecer de perto o parque fabril, avaliando o que há de disponibilidade, bem como o sistema de formação na área educacional”, informou o engenheiro mecânico e diretor de operações da startup, Carlos Eduardo Monblanch da Motta.

Acompanhado do gestor comercial Gustavo Freire, Motta conheceu a Librelato S.A. e a IDB do Brasil Traiding, voltada à consultoria do comércio exterior. “Estamos avaliando as oportunidades. Temos um produto que deverá ser produzido em série a partir de 2021”, explicou o engenheiro. Durante a visita à Satc, os gestores foram recebidos pelo coordenador Núcleo de Mobilidade, professor André Tavares.

“Faz alguns meses que estamos conversando com eles, viabilizando a visita. É importante essa troca de experiências, para que eles possam entender nossas competências e fomentar novos negócios”, reforça o diretor de Desenvolvimento Econômico e Inovação da Prefeitura de Criciúma, Claiton Pacheco.