Coluna gastronomia PV Show – 21/12/2019

10

Paella de carnes ou paella de frutos do mar?

Chef PV Show conta um pouco da história da paella e mostra suas diferentes versões

A paella é hoje uma referência gastronômica espanhola, porém destaca-se em todo mundo. O prato a base de arroz surgiu em Valência e tem diferentes versões. Trata-se de um arroz cozido com verduras e carnes e preparado numa paella, que abrasileirada, torna-se uma paelleira, uma panela redonda e muito grande, que serve centenas de pessoas.

Muitos discutem sobre a autenticidade do prato:

_ Paella de verdade é a de frutos do mar! ERRADO.

A paella autêntica é a valenciana, que acredite, é produzida com carne de coelho, frango e até pato (carnes que eram frutos de caças dos camponeses); verduras, tomate, azeite, água, açafrão e sal. Ao longo do tempo foi modernizando-se e entrou no cardápio de muitos restaurantes. E como cada região tem seus temperos e suas proteínas fartas, ela foi percorrendo o mundo e ganhando novas faces. Os frutos do mar entraram na paella e de lá não saíram, dando vida a um prato surpreendentemente delicioso. Hoje podemos encontrar alguns tipos de paella.

Paella Caipira: Fruto da valenciana, a paella caipira utiliza carnes de frango e também de suíno, com toques picantes de calabresa e páprica. Uma versão comercial do prato feito à base de carnes de caça, pouco encontradas nos mercados mundiais.

Paella Marinera: Nessa paella a carne é substituída por mariscos, moluscos e pescados, além de substituir a água por caldo de peixe. Não existem dados concretos, mas estima-se que a Paella que saiu do campo de Valência com carnes de caça chegou à costa e encontrou sua versão “marinera”. Portanto, o prato teve sua primeira variação no próprio local de origem.

Paella Mista ou Alicantina: Ela mistura a paella de carnes com a de frutos do mar.

Por ser feita em grandes porções, a Paella se tornou-se um sinônimo de boa comida em eventos. Existem panelas gigantes e a produção pode ser feita em larga escala. Seja de carnes ou frutos do mar a paella é uma grande aliada quando o assunto é reunir amigos, familiares e brindar bons momentos.

O ARROZ ESTÁ CRU!

Calma meu amigo(a). Ele não está cru. Ele está al-dente, que é a forma correta de se servir o arroz em uma paella. Al-dente é o estado de cozimento do arroz, que está cozido, porém oferece alguma resistência (firmeza) ao ser mordido. Se você prefere papinha de neném, é só deixar cozinhar um pouco mais.

Espero que você ainda esteja a ler a coluna, pois a paella é tão linda que dá até para comer essa página. No Instagram do Cozinha com Almôndega tem muito mais sobre paellas e os eventos que a gente atende. Acesse, siga e interaja conosco. E agora você já sabe. A paella de carnes é sim uma paella. Mais. Ela é a verdadeira paella.