Protesto inusitado interrompe sessão do Legislativo

38

Inconformado com o descaso do Poder Público, morador leva balde de dejetos na Sessão da Câmara de Vereadores

A Sessão da Câmara de Vereadores de Içara de segunda-feira (23) foi interrompida após um morador do bairro Loteamento Lima entrar na casa com um balde de dejetos recolhido de um valo onde corre esgoto a céu aberto. Ele entrou na Câmara de Vereadores no momento em que o vereador Israel Rabelo utilizava a tribuna para discussão de projeto. Ele largou o balde com o material de forte mau cheiro na frente da Mesa Diretora e mostrou a indignação pelo descaso da administração municipal com os moradores do bairro.

No momento, o presidente da Câmara de Vereadores, Rodrigues Mendes, o Sapinho, interrompeu os trabalhos por 10 minutos e reuniu todos os parlamentares da Casa para ouvir as reclamações do metalúrgico Messias Medeiros dos Santos. Sapinho falou que no momento do protesto já entrou em contato com o responsável pelo Samae, que ficou de verificar o problema ainda ontem.

A esposa do metalúrgico, Sulamita Dias, relatou que o mau cheiro no bairro é insuportável e com a chegada dos dias mais quentes, fica ainda mais difícil de aguentar. “Temos crianças e ficamos preocupados com a saúde deles”, relata a esposa. Sulamita ainda pontua que o mau cheiro volta pelos canos nas pias e nos banheiros das casas. Segundo ela, o problema não é novo e várias manifestações já foram realizadas com o acompanhamento dos veículos de comunicação com as rádios e televisão.

O presidente da Câmara de Vereadores avaliou que a Casa Legislativa não é local para este tipo de protesto, já que o papel dos vereadores é cobrar e fiscalizar que o Executivo realize as obras. O vereador Israel Rabelo pontuou que conhece o problema que os moradores do Loteamento Lima passam. Segundo ele, mesmo inusitado, o protesto foi uma forma de chamar atenção para a situação difícil que as famílias atravessam. “Vários vereadores já encaminharam pedido para que o problema fosse resolvido, mas pelo jeito nada foi feito”, ressalta o vereador.

O diretor presidente do Samae de Içara, Geraldo Baldissera, informou que segunda-feira (23) mesmo esteve no bairro para verificar o problema e que na manhã de ontem, uma equipe esteve no loteamento fazendo a limpeza do local e refazendo a rede, já que um dos drenos estava rompido, ocasionando o vazamento do esgoto e causando o mau cheiro. Baldissera avalia que a rede de esgoto será ligada na rede pública que passa ao lado do loteamento para ser encaminhado para a Estação de Tratamento. “Em momento algum fui procurado por este morador e ao saber do problema já enviamos uma equipe para buscar uma solução”, ressalta Baldissera.