Waguinho tem até dia 20 para trabalhar a equipe

4

Criciúma tem uma vitória nas últimas cinco partidas, apesar das promessas de que o time vai se comportar diferente

A derrota para o América-MG fora de casa foi mais uma ducha fria nas costas do torcedor, que aguarda um Criciúma diferente em campo. Pelo menos, Waguinho Dias terá até o dia 20 para colocar a equipe nos eixos, quando enfrentará pela Série B o Atlético-GO.

O novo técnico vem prometendo nas entrevistas que a equipe irá se comportar diferente quando conseguir impor o seu estilo de trabalho. Em três partidas comandando o time, Waguinho não venceu, com dois empates e uma derrota.

A rodada segue normal até domingo, 15, sendo encerrada com o confronto entre Figueirense x Sport. Se tudo der errado para o Criciúma e os adversários diretos contra o rebaixamento vencerem suas partidas, quando voltar a jogar, o tricolor estará na 19ª posição.

Descontente

Waguinho Dias ficou descontente com a atuação do Criciúma na derrota para o América-MG, por 2 a 1. No primeiro tempo o time estava apagado. Só tentou a reação na segunda etapa, mas insuficiente para empatar. Para o treinador, o time estava irreconhecível na primeira etapa.

“O primeiro tempo foi horrível, não criamos nada, não chutamos, não andava a jogada, insistimos demais pro dentro, quando abria, eles ganhavam. Não ganhamos bola na linha de fundo, não teve escanteio. Nossa criação no primeiro tempo fez com que o América saísse em contra-ataque, não finalizamos, não concluímos a jogada. E eles, na velocidade, criaram as chances”, disse Waguinho.

Segundo o treinador, o problema do tricolor não está no esquema, mas nas atitudes dos jogadores. “Os mais leves precisam impor velocidade no adversário. No segundo tempo, fomos melhores que o América e não mudou o esquema, mas as peças”, avaliou.

“Precisa melhorar bastante”

Artilheiro do Criciúma na Série B, Léo Gamalho não aliviou após a derrota para o América-MG. O atacante seguiu a linha do treinador ao apontar o início ruim como fator principal pelo revés. Dependendo dos resultados da semana, o Tigre pode voltar ao Z-4.

“Tomamos dois gols e ficou difícil a reação. Acho que no segundo tempo fomos melhores e com um a menos no final prejudicou a pressão Nossa caminhada continua. Precisa melhorar bastante coisa para conseguir os resultados. Principalmente em casa”, disse o jogador.