Região tem redução nos roubos e furtos, mas aumento nos homicídios

21

Comandante do 6ª BPM, Cosme Manique Barreto divulgou os números das ações realizadas desde o início do ano

O comandante da 6ª Região de Polícia Militar (6ª BPM), coronel Cosme Manique Barreto, divulgou os números das ações realizadas pela corporação nos 27 municípios em que atua no Sul do Estado. E os dados são positivos.

Entre o dia 1º de janeiro e 16 de julho (a última terça-feira), a Polícia Militar atendeu 32.027 ocorrências. E foi constatada uma redução nos roubos e furtos.

No roubos, foram 246 casos, uma redução de 51% em relação ao mesmo período do ano passado. Já entre os furtos, foram 2.106 ocorrência, com 4,2% menos.

Também ocorreu uma redução nos acidentes de trânsito com vítimas. Em seis meses e meio, foram 799, que correspondem a 13,1% a menos que no mesmo período de 2018.

Crimes letais

Em um dos crimes, porém, as ocorrências aumentaram: os letais. Foram 35 entre janeiro e a metade de julho. Isso corresponde a um aumento de 20% em relação ao mesmo período de 2018.

“Em 2016, tivemos 65 homicídios, em 2017, foram 61 homicídios, já em 2018, foram 54 homicídios. Já em 2019, o começo do ano foi atípico. Tivemos crimes que raramente acontecem, digamos que são fora da curva e esses números ainda estão impactando. Também tivemos casos de feminicídio, que geralmente ocorrem dentro de casa e são difíceis de fazer uma ação preventiva. Em Içara, por exemplo, foram dois”, relata o comandante.

Demais números

O comandante também trouxe outros números destacados da região, como de ações preventivas. Foram realizadas 29.684 visitas nos comércios, 8.079 nas escolas, e outras 1,5 mil em residências e condomínios.

Os policiais ainda recuperaram 325 veículos com registros de furto/roubo ou adulterados. E também apreenderam 108 armas, o que segundo comandante, traz ainda mais segurança para a população.

“As apreensões de armas refletem em menos roubos, furtos, homicídios, por exemplo”, relata.

Apenas em junho

Também foram apresentados os números das operações apenas no mês de junho. No período, foram apreendidas 15 armas de fogo e mais de 19 quilos de drogas.

Das drogas, foram 15,45 quilos de maconha, 1,62 quilo de cocaína, 2,18 quilos de crack.