Mudanças no Rotativo começam a valer hoje

146

Entre as novas regras está o aumento no tempo da tolerância, gratuidade para idosos e deficientes físicos e novo prazo para pagamento da taxa de regularização

Começam a valer hoje as alterações no sistema de Estacionamento Rotativo em Içara. As novas regras foram acertadas no fim de junho, após uma acerto da empresa responsável, a Serbet Sistema de Estacionamento Veicular do Brasil, com o prefeito Murialdo Gastaldon e também com a Câmara de Vereadores.

A partir de agora, o usuário do sistema de terá 10 minutos de tolerância para iniciar a contagem para o pagamento. Idosos e deficientes físicos, além das vagas exclusivas, poderão estacionar seus veículos em qualquer vaga, sem cobrança no prazo de até duas horas, sendo que o veículo deverá estar identificado com o uso da credencial. Já o prazo de cinco dias para o pagamento da taxa de regularização do tempo excedido no valor de R$ 18, que evita a multa de trânsito de R$ 195,23, aumenta para 10 dias.

Segundo o representante da Serbet, Claudio Vieira França, a empresa sempre esteve à disposição de ajustar os serviços de acordo com a realidade da cidade. “Conforme a rotina e as demandas da população, a empresa vai adequando os serviços buscando sempre melhorias”, explicou França.

Ele acrescentou que estão trabalhando na capacitação dos funcionários para melhorar o atendimento. “No início tivemos uma rotatividade grande de funcionários, hoje já é possível treinar e orientar essas pessoas”.

A Serbet também pretende ampliar a divulgação do sistema de estacionamento rotativo e seu aplicativo. “Em cada reunião podemos perceber que a empresa está disposta a aceitar sugestões para melhorar o atendimento. Os vereadores seguirão acompanhando o procedimento deste serviço”, comentou o presidente da Câmara Municipal, Rodrigues Mendes, o Sapinho.

Segue a consulta

Mesmo com as alterações no sistema, o prefeito Murialdo Gastaldon garante que a consulta popular, que irá determinar a permanência ou não do estacionamento rotativo, está mantida. “Essa é a proposta que eles fecharam comigo e essa é a proposta que será apresentada à população. E se a população, com essa proposta mesmo assim, achar que não tem que ter rotativo, então não vai ter, porque o plebiscito está mantido”, destacou Murialdo, quando as mudanças foram anunciadas.