Acic comemora 75 anos com solenidade especial

18

Evento será realizado na terça-feira, às 19h30min, na sede da entidade, em Criciúma

Na próxima terça-feira, a Associação Empresarial de Criciúma (Acic) celebra seus 75 anos de fundação e realiza uma solenidade especial para comemorar mais de sete décadas, representando os empresários de Criciúma e região, a partir das 19h30min. O evento reunirá associados, autoridades e convidados, e homenageará ex-presidentes, ex-diretores, empresários, além de lideranças e entidades parcerias, que contribuíram com a trajetória da entidade empresarial.

“Me sinto honrado em presidir esta associação neste período tão especial e significativo de comemoração.  Completamos 75 anos, porém não nos sentimos nada ultrapassados. Somos uma entidade que se renova a cada tempo, se inova a cada dia e acolhe os desafios. Tudo isso faz com que sejamos reconhecidos com muita credibilidade pela comunidade, exercendo um papel primordial no desenvolvimento de Criciúma e região”, destaca o presidente da Acic, Moacir Dagostin.

Além do evento desta terça-feira, uma série de outros eventos e ações irão ocorrer ao longo do ano para marcar a data como: exposições, memorial, apresentações musicais, documentário, publicações especiais, premiação especial à classe empresarial, reconhecimentos e palestras.

Estrutura modelo no Estado

Atualmente, a Acic conta com 1,6 mil associados divididos entre os setores da indústria, do comércio e de serviços e tem como missão promover o desenvolvimento econômico, político, social e cultural da região Sul.

A entidade disponibiliza uma estrutura modelo no Estado, incluindo a sua sede com 7,1 mil metros quadrados, com espaços para eventos, reuniões e treinamentos. Em 2013, a entidade inaugurou o novo auditório, denominado de Jayme Antônio Zanatta. Também no centro empresarial, a Acic abriga entidades parceiras, como a Junta Comercial de Santa Catarina, sindicatos patronais, conselhos de classe, núcleos do Projeto Empreender e o Observatório Social de Criciúma.

Em 2016, inaugurou um novo bloco com novas salas para eventos e treinamentos e uma galeria de arte, o Espaço Corporativo, Colaborativo e Cultural Iara Gaidzinski, Triple C. O bloco com 2.164 m², concluiu o projeto do centro empresarial, inaugurado em 2009.

Bandeiras pela região

Levantar bandeiras positivas e necessárias para a região sempre foi uma das características da Acic e, ao longo dos anos, algumas dessas bandeiras receberam destaque pela entidade. A primeira delas foi a própria motivação para a criação da associação: a vontade de promover o crescimento econômico com o apoio de uma instituição que visasse essencialmente esse fim.

Foi com o empenho de presidentes, diretores e associados que pautas imprescindíveis para a cidade saíram do papel. Algumas delas são antigas, como “uma estrada que ligue o Centro da cidade até a Rodovia Federal”, citada desde a década de 70 e concretizada em 2017, com a inauguração da Via Rápida. Outras estão no radar há muito tempo e seguem sendo discutidas, como a conclusão do Anel de Contorno Viário de Criciúma. E ainda há aquelas mais recentes, mas que logo se tornaram as mais importantes e dignas de atenção da entidade, como a melhoria da qualidade da educação, com a criação do Prêmio Acic de Matemática e o Prêmio Acic de Valorização do Profissional de Educação, a bandeira da inovação.

“A bandeira da inovação é um exemplo que resume as pautas da associação no decorrer desses 75 anos de existência, pois alia em um só projeto a estrutura física, o desenvolvimento regional e o incentivo à educação e à inovação”, ressalta o presidente da Acic, Moacir Dagostin, que tem na concretização do Centro de Inovação uma de suas bandeiras de gestão.

A fundação da Acic

O relógio marcava 10 horas quando um grupo de lideranças políticas e comerciantes de Criciúma se reuniu no Salão do Cine Rovaris, na Praça Nereu Ramos, Centro da Cidade. Era 18 de junho de 1944 e, sob o comando do prefeito Elias Angeloni, nascia a Associação Comercial de Cresciúma. Naquela manhã foi lido e aprovado o estatuto da entidade, assim como aclamados os membros da primeira diretoria, que teve como presidente Antônio Roque Júnior.

A iniciativa da reunião realizada após a missa da manhã de domingo foi direcionada ao associativismo e ficou registrada em sete páginas, escritas à caneta, na Ata da Sessão de Fundação da Associação Comercial de Cresciúma. O primeiro documento da Acic teve 117 assinaturas, sendo a primeira do prefeito Elias Angeloni e, na sequência, nomes como o de Heriberto Hülse (mais tarde governador), Cincinato Naspolini (prefeito de 1930 a 1933), Paulo Preis (prefeito de 1951 a 1955) e de Carlos Otaviano Serra (prefeito em 1947).