Novo edital para a construção do paço municipal deve ser lançado na próxima semana

13

Governo de Içara espera definir a empresa vencedora, para começar as obras

Na última terça-feira, o Governo de Içara cancelou, mais uma vez, a licitação para a construção do novo paço municipal. Pela segunda vez, o valor apresentado pelas empresas participantes do certame foi acima do orçamento. Com um novo edital, que deve ser lançado na próxima semana, a alternativa será tirar alguns itens para reduzir os valores.

A expectativa do prefeito Murialdo Canto Gastaldon, é que com a nova licitação, o projeto finalmente saia do papel. “Vamos lançar a terceira licitação para a construção do paço municipal. Não vamos mexer na área. Até porque tem que compreender neste local todas as secretarias para gerar uma economia de R$ 100 mil de aluguel. Vamos deixar de fora os equipamentos de ar condicionado e o elevador. Depois vamos fazer duas licitações para esses equipamentos. Acredito que com esse novo edital, em 30 dias teremos definida a empresa que construirá o novo paço municipal”, adiantou Murialdo, em entrevista à Rádio Difusora.

Quanto aos aparelhos de ar condicionado e o elevador, serão preparados os dutos, para que haja agilidade na instalação, após realizada uma nova licitação para a compra deles.

Segundo o prefeito, o município trabalha para construir a obra dentro de preços que consideram os mais indicados. “É um preço modesto. Mas as empresas interessadas na construção dessa obra, que vai ficar também como uma marca para a própria empresa, não têm concordado com os preços que o município tem apresentado. Tanto que foi a segunda licitação”, revela.

A administração municipal tem um orçamento de R$ 10 milhões para a construção do paço. O valor mais baixo apresentado no certame teria sido de R$ 12,4 milhões. A outra empresa teria oferecido um valor ainda maior.

Torre neste ano

A expectativa é que até o fim do ano, fosse finalizada uma das torres do novo paço. Porém, com mais um cancelamento, isso fica cada vez mais difícil. Murialdo admite que com o tempo passando, o processo fica mais complicado, mas ainda se mantém confiante.

“Vai ficando mais difícil (inaugurar a primeira torre neste ano). Mas acredito que ainda caiba essa condição. Ainda sonhamos com isso, porque o recurso e prazo para a execução da obra existe. E eles colocaram, que se existe o recurso, a mobilização da construção é com eles. É uma obra grande, mas relativamente simples, porque é com pré-moldado. De uma maneira ou de outra, as duas torres ficarão prontas no nosso mandato”, garante.

Projeto

O projeto assinado pelos arquitetos Fernando Carneiro e Maurício Carneiro, prevê a reformulação total do atual prédio, no Centro de Içara, e a construção de duas torres, cada uma com três andares, ao lado.

É prevista a construção de 7 mil metros quadrados, dos quais 6,4 mil serão de construção e o restante, de reforma. A edificação terá estacionamento no subsolo e três pavimentos, suficientes para abrigar todos os setores que hoje ocupam 12 prédios alugados e geram uma despesa mensal de R$ 100 mil. No ano que vem, o Paço completará 50 anos.

O paço original, completa 50 anos em 2019, e também foi projetado pelo arquiteto Fernando Carneiro.