Kathiê conquista ouro no JUBS

9

A competição organizada pela CBDU aconteceu no fim de semana, em Brasília

A enxadristra içarense, Kathiê Goulart Librelato vem acumulando pódios nas competições nas quais participa. No último fim de semana, em Brasília, mais uma medalha foi somada às suas conquistas. O ouro veio nos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs), competição organizada pela Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU).

Atualmente em terceiro no ranking feminino brasileiro adulto, Kathiê conta que há disputas internacionais agendadas para os próximos meses, mas viaja nesta semana para Concórdia, no oeste catarinense, para a disputa de um aberto internacional. “Vou em busca de boas partidas para subir no ranking da FIDE (Federação Internacional de Xadrez”, assinalou.

“Também estou na luta por uma vaga na equipe olímpica de 2020 e o título universitário da última semana pode me levar ao Pan-Americano e Mundial”, explicou acrescentando que as disputas pela vaga olímpica seguem até maio do próximo ano, “mas se fosse hoje eu estaria dentro da equipe”, declarou.

Já o treinador, Claudionor Pirola, ressalta que os treinamentos seguem fortes, pois há uma meta inédita, em médio prazo, que a enxadrista almeja. “Na história do xadrez brasileiro nenhuma atleta conseguiu atingir o título do Woman Grand Master (WGM) que é a titulação máxima do xadrez internacional para o público feminino. Para isso estamos trabalhando forte” pontuou explicando que para alcançar tal feito ela precisa atingir 2.300 pontos no rating da FIDE e mais três normas da WGM. Essas normas são resultados em torneiros internacionais alcançados ao cumprir determinados.

“Vale salientar que mesmo sendo uma busca em médio prazo Kathiê já deu grandes passos neste sentido. Ela soma, no rating da FIDE, mais de 2.200 pontos, ou seja, faltam 100 pontos, e já conquistou uma norma ao obter o título Sul-Americano Sub20. Se ela atingir esses objetivos será a primeira brasileira a conquistar o título vitalício do WGM pela Federação Internacional de Xadrez”, detalha Pirola avaliando que o apoio financeiro para as participações da atleta em competições internacionais também é fundamentais para alcançar tal meta. “Hoje contamos com o apoio da prefeitura de Içara e da empresa Librelato, mas buscamos mais apoiadores, pois são viagens com um custo mais elevado”.

Conquistas

Kathiê, que representa atualmente a equipe ACX-Içara/FMCE-Içara/Unesc/Librelato, conquistou no JUBs seu segundo ouro (2018 e 2019), também obteve uma prata na competição em 2017. Além disso, foi prata no Campeonato Mundial Universitário e bronze, na mesma disputa, por equipes, em 2018.

A enxadrista içarense também foi Campeã Sul-Americana Sub 20 e vice-campeã Pan-Americana Sub20. E já representou o Brasil em duas olimpíadas: Baku/Azerbaijão 2016 e Batumi/Geórgia 2018.